O mês de agosto foi reservado à ampla conscientização a respeito da Esclerose Múltipla (EM), doença neurológica, autoimune e inflamatória, na qual o sistema imunológico confunde as células saudáveis com células invasoras, atacando-as e provocando lesões na bainha de mielina, proteção que recobre os neurônios, comprometendo a função do sistema nervoso.

O dia 30 de agosto foi instituído pela Lei nº 11.303, de 11 de maio de 2006 como Dia Nacional de Conscientização da Esclerose Múltipla (EM). Para esse mês, foi escolhida a cor laranja por se tratar de uma cor vibrante que representa a juventude e, assim, todos os portadores de EM pelo mundo. Além disso, o “laranja” retrata o pôr-do-sol, valendo lembrar que o sol se faz importante na vida de todo o ser humano, principalmente aos portadores de EM.

Sendo assim, todas as partes do país e do mundo se colorem de laranja, lembrando e conscientizando sobre uma doença que atinge cerca de 40 mil pessoas no Brasil e 2,5 milhões de pessoas pelo mundo.

Seus principais sintomas são: fadiga, problemas de visão (diplopia, neurite óptica, vista embaçada), problemas motores (perda de força ou função; perda de equilíbrio), alterações sensoriais (formigamentos, sensação de queimação).

Muitas vezes, a EM se torna uma doença invisível, pois os sintomas passam despercebidos por outras pessoas e, ainda, são facilmente confundidos com os de outras doenças, o que faz com que o diagnóstico leve muitos anos para se fechar. No entanto, diagnosticar a doença precocemente faz toda a diferença. Quanto mais cedo o tratamento é iniciado, maior a chance de modificar, a longo prazo, o curso natural da esclerose múltipla – reduzindo o número de surtos, lesões e sequelas neurológicas.

No Município de Cambará, foi aprovada a Lei n. 1.815, de 16 de junho de 2020, que instituiu o Dia Municipal da Esclerose Múltipla, a ser comemorado anualmente no dia 30 de agosto.

agosto laranja

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS PARA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMBARÁ. 2018